Lançamento COMPENSAR em Santos


P3232382[1]No ultimo mês de março, o governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, o presidente da FETRABENS, Norival de Almeida Silva, o presidente e o tesoureiro do SINDICAM-Santos, Davi Santos de Lima e Alexsandro de Vasconcelos Freitas, respectivamente, entregaram os primeiros 10 caminhões  que fazem parte do Programa Incentivo à Renovação de Frota de Caminhões (Renovar-SP) criado e mantido pelo Governo do Estado, por meio da Agência de Desenvolvimento Paulista, Desenvolve-SP. Na ocasião também foi lançado, na baixada e Região, o Programa COMPENSAR, de iniciativa da Fetrabens, e execução dos sindicatos filiados, que visa inserir o transportador autônomo, no universo da sustentabilidade e preservação do meio ambiente (ver material abaixo).

A iniciativa começou pela cidade de Santos e vai beneficiar os caminhoneiros autônomos na substituição de veículos com 30 ou mais anos de rodagem. Ao todo, cerca de 2 mil caminhoneiros fazem a transferência de contêineres no Porto de Santos. E a estimativa do SINDICAM-Santos, é que cerca de 80 a 90% dessa frota seja renovada. Com o Programa é possível fincanciar até 100% do caminhão novo, em até 8 anos, juros de 0%, para quem pagar a prestação em dia, e carência de até seis meses para começar a pagar a primeira parcela. “São condições que nenhum banco oferece”, lembra Alexsandro Freitas, tesoureiro do SINDICAM-Santos.

O governador do Estado, Geraldo Alckmin, presente à cerimônia de entrega, destacou a iniciativa. “[A iniciativa] nasceu aqui em Santos, e o caminhão velho sai de uso, o que ajuda cumprir as metas climáticas”, destacou o Governador Geraldo Alckmin.

“Os caminhoneiros terão 96 meses para pagar e não pagarão juros. Esse programa da Desenvolve SP é pioneiro com foco na melhoria do meio ambiente e da qualidade de vida do motorista. Todos os caminhões novos são certificados e os velhos serão reciclados ou destruídos pra que não voltem a poluir”, disse ele.

Já o presidente da FETRABENS (Federação dos Caminhoneiros de Carga em Geral do Estado de São Paulo), Norival de Almeida Silva, destacou que o programa prevê que o novo caminhão financiado atenda as rigorosas normas de emissão de poluentes, conhecida como EURO 5, e que o veículo antigo seja retirado de circulação e suas peças totalmente inutilizadas por empresas especializadas e licenciadas pela CETESB e participantes do programa. “Essas preocupações estão em acordo com nossa Programa COMPENSAR, que possibilitará que os caminhoneiros façam a inspeção veicular em seus caminhões, com regularidades”, acentuou.

O interessado pode simular seu financiamento diretamente no site da Desenvolve SP para saber exatamente quanto irá pagar em cada parcela. Ele também pode procurar o Sindicado dos Caminhoneiros Autônomos da Baixada (Sindicam-Santos), que irá orientá-lo sobre o processo.